Receba Samizdat em seu e-mail

Delivered by FeedBurner

sábado, 5 de abril de 2014

depois de alguns minutos

pensei que seus olhos
me mandariam embora
imaginei que sua boca
me fecharia a porta
pensei que seu corpo
encontraria uma forma
de me despistar

pensei que sua sede
desejaria outros copos
imaginei que sua fome
devoraria outros corpos
pensei que seu desejo
tivesse mesmo mudado
pra ficar

foi um equívoco
eu sei

é que cultivo incertezas
e isso me faz bem.

Share


Daniel Moreira
Natural de Caçapava do Sul/RS, reside em Pelotas/RS desde 1996. Em 2009 publicou seu primeiro livro de poesias chamado "Poemas Urbanos". Foi coordenador por onze edições do Projeto Sarau Poético Musical da Bibliotheca Pública Pelotense. Faz parte do núcleo Poesia no Bar, projeto que distribui poemas de autores locais e regionais em marca-textos pelos bares de Pelotas. Mantém o blog poemas-urbanos.blogspot.com onde posta com frequência seus escritos mais recentes.
todo dia 05


5 comentários:

"é que cultivo incertezas..." Isso se encaixa na vida de tanta gente. O poema todo conversa com as histórias de muita gente

Muito, muito bom! bjs
Maysa

Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário