Receba Samizdat em seu e-mail

Delivered by FeedBurner

terça-feira, 24 de setembro de 2013

MINICONTOS TEMÁTICOS – PARTE V

Amigos, volto à prosa minimalista, hoje com o tema VIAGENS. Agradeço, desde já, a leitura.
Macrossaudações.

Edweine Loureiro

*

AEROPORTO DE BOSTON

Despediu-se da esposa com um longo beijo. Estava tranquilo, vendo o céu límpido naquela manhã de setembro de 2001. Antes de embarcar, ainda brincou com a atendente:
― Voo onze, dia onze... Meu número de sorte.
A moça, porém, não sorrindo, limitou-se a chamar o próximo passageiro: Mohamed Atta, que também tinha onze letras no nome...

*

TREM DAS ONZE

Viu a locomotiva aproximar-se e olhou o relógio. Pontual, como sempre! – disse consigo, sorrindo. E, em seguida, atirou-se sobre os trilhos.

*

FELIZ ANO VELHO

Quando, às 23h59 do dia 31 de dezembro, ouviu as palavras “Parado! É a polícia!”, soube que ali terminavam as tentativas.
Mas ainda lhe restava a grande viagem. Assim, levando o revólver à boca, disparou.

*

Nota: O texto Feliz Ano Velho está no meu livro “Em Curto Espaço”, à venda no link abaixo:

http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=807&idProduto=832


Share


Edweine Loureiro
Nasceu em Manaus em 20/09/1975. É advogado, professor de Literatura e Idiomas, e reside no Japão desde 2001. Em 2005, obteve o Mestrado em Política Internacional pela Universidade de Osaka (Japão). Premiado em diversos concursos literários, é autor dos livros: Sonhador Sim Senhor! (Ed. Litteris, 2000), Clandestinos [e outras crônicas] (Clube de Autores, 2011) e Em Curto Espaço (Ed. Multifoco, Selo 3x4, 2012). É membro-correspondente da Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências (RJ) e da Academia de Letras de Nordestina (BA).
todo dia 24


1 comentários:

Curtos? Não! Profundos...
E de tão profundos,
não acabam...
Réjo Marpa

Postar um comentário