Receba Samizdat em seu e-mail

Delivered by FeedBurner

sábado, 8 de setembro de 2012

gêmeos descobertos

em minha casa
alguém não eu em minha cama
no campo longo da intimidade
desconhecidos
entorpecem-se e riem
caem sem pressa no riso
na confidência
no vazio previsto
no sono incompleto

há luta no silêncio
um calor não meu em minha cama
mais um bocado de não saber quem sou
de não saberem

gêmeos descobertos
na adultez apartados
dos espíritos

cedo
um caminho curto
adeus sem despedida
nada aconteceu
minhas cobertas esfriam de uma nova ausência

tudo outra vez idêntico como jamais fora
e nós
pela primeira vez única
estranhos  






publicado originalmente em http://poeticaipsisverbis.blogspot.com.br/2012/08/88-gemeos-descobertos.html#!/2012/08/88-gemeos-descobertos.html



Share


Volmar Camargo Junior EDITOR DE POESIA
Volmar Camargo Junior, V., nativo de Cruz Alta, ativo em Rio Grande, é poeta, vendedor de livros. professor não praticante, arquivista em formação, pai do Dimitri. Escreveu os blogs Um resto de café frio e O balcão das artes impuras. Escreve o Verbo.

todo dia 08


0 comentários:

Postar um comentário