Receba Samizdat em seu e-mail

Delivered by FeedBurner

domingo, 8 de julho de 2012

canção de ninar um




para o meu pequeno
e seu melhor amigo
que ainda não acordou


dorme, meu pequeno, dorme
daqui a pouco acorda
o tempo que nasceu contigo

"e daí?" tu dizes: "grande coisa!"
tem mais é que se comportar o tempo

vais brincar com ele
gritar com ele
contar piadas
imitar os outros
dar sustos nele
jogar nele coisas
dividir os doces
ou esconder-se dele
pra comer sozinho
correr pra pegá-lo
ou pra fugir dele
vais cair uns tombos
ralar os joelhos
e enquanto ficarmos
os adultos aflitos
te erguerás num pulo
e correndo de novo
vais te rir tanto
do bobo do tempo
vais dar é risada
de todo o mundo

tu e o tempo
o tempo e tu
vão ficar grandes
grandes amigos

mas agora dorme
dorme meu pequeno
dorme quietinho
bem pequenininho

deixa o tempo
que ainda está dormindo
dormindo só
só mais um pouquinho






publicada originalmente em http://poeticaipsisverbis.blogspot.com.br/#!/2012/07/73-cancao-de-ninar-um.html




Share


Volmar Camargo Junior EDITOR DE POESIA
Volmar Camargo Junior, V., nativo de Cruz Alta, ativo em Rio Grande, é poeta, vendedor de livros. professor não praticante, arquivista em formação, pai do Dimitri. Escreveu os blogs Um resto de café frio e O balcão das artes impuras. Escreve o Verbo.

todo dia 08


0 comentários:

Postar um comentário