Receba Samizdat em seu e-mail

Delivered by FeedBurner

terça-feira, 16 de março de 2010

Poemas

Mariana Valle

TEMPO

Tudo na vida passa.
Não há desgraça
que não se abrande,
não há ferida
que não cicatrize,
não há dor
que se eternize.
Quão divino remédio
é o tempo,
senhor dos mistérios,
maravilha de invento!


QUEM

Quem espera não alcança, dança.
Quem arrisca não se arrepende, apenas não se rende ao medo.
Para quem vai à luta, não existem segredos para o sucesso.
Quem corre atrás garante o ingresso.
Aquele que omite, não mente, mas deixa de dizer a verdade.
Quem nunca vai embora não inspira saudade.
Quem não chora, mama sim, e nem precisa ser criança...
Quem ama sem medo não perde a esperança.
Quem não pergunta, não sabe responder.
Quem não aprende também não ensina.
Quem está em cima, sempre pode descer...
E, enfim, quem está lendo, também pode escrever.
Quem é você e o que tem a dizer?

Share




1 comentários:

Gostei do «Tempo», talvez por ser mais naturalista.

Postar um comentário